Eliana completa um ano de volta ao SBT e se consolida nos domingos


MANOELA REIS

A loura alcançou uma marca quase inédita no SBT: em um ano do Eliana:, sua primeira produção dominical na emissora, o programa não mudou de horário uma única vez. A permanência na faixa aconteceu por um pedido da própria apresentadora, que procurava se consolidar nas tardes de domingo."Em compensação, a concorrência direta já mudou de horário diversas vezes", constatou, referindo-se às produções Programa do Gugu e Tudo É Possível, da Record. Desde o começo de agosto, ela tem se mantido em segundo lugar - o Domingão do Faustão ainda é lider, com 16 pontos no último fim de semana - à frente dos dois outros programas, com um ibope entre 9 e 11 pontos.

O próprio Tudo é Possível estreou com Eliana em 2005, que o apresentou até 2009, quando foi convidada por Silvio Santos para retornar ao SBT, emissora onde começou sua carreira. "Fiquei afastada do SBT durante 11 anos e vivia pensando na possibilidade de ser chamada para voltar. Afinal, foi o Silvio que descobriu o meu talento", contou. Sua estreia foi no infantil Festolândia, exibido a partir de 1991 no SBT.

Mesmo com o declarado desejo de voltar à emissora do "homem do Baú", foi na Record que ela abandonou os programas infantis para estrear em um dominical. Eliana sugeriu à direção da emissora que fizesse uma pesquisa com os telespectadores para saber em qual tipo de programa ela se encaixava. "Foi o público que apontou o domingo como uma possibilidade. Acredito muito nas pesquisas e tento sempre procurar o que o telespectador quer", garantiu ela. "Essas sucessivas comemorações em agosto não passam de uma feliz coincidência. Nada foi programado para acontecer na mesma época", explicou.

Além do Festolândia, Eliana também apresentou os infantis Bom Dia & Companhia - que depois virou Eliana & Companhia - e Sessão Desenho, no SBT. Já na Record, era responsável pelo Eliana & Alegria, Eliana no Parque, Eliana na Fábrica Maluca e Programa Eliana. Ao todo, a loura apresentou infantis e infanto-juvenis durante 16 anos. Fora da TV, ainda atende esse público com o bloco carnavalesco infantil Happy, que desfilou este ano pela sétima vez em Salvador. "Meu carinho por esse público é muito grande e nunca houve uma ruptura. Só que, agora, atinjo toda a família e não só as crianças", garantiu ela, que também produziu o filme O Segredo dos Golfinhos, sua primeira experiência como atriz. "Se for convidada, encaro de novo a atuação. Mas produzir um longa eu acho difícil. Por enquanto, não penso nisso", garantiu.

Na mesma época em que se dedicava ao público infantil, Eliana gravou dois álbuns, Os Dedinhos e Primavera, sendo indicada pelo último ao Grammy Latino, concorrendo na categoria Melhor Álbum Infantil. Apesar da experiência como cantora, Eliana não planeja gravar um novo CD. "Hoje podemos disponibilizar nossas músicas através de um download gratuito, em uma rede social, enfim. Minha carreira como cantora é algo que está parado temporariamente", avisou ela, que gravou uma música da banda Cansei de Ser Sexy para a coletânea de seu programa, que será lançada em outubro. "Também terá Jay Z, Madonna, entre outros ídolos do pop", adiantou.
Além disso, Eliana ainda se dedica à editora Master Books, criada há oito meses, que se propõe a publicar livros sobre fotografia, música e outros temas ligados à cultura. "É uma maneira de apoiar artistas e divulgá-los", garantiu.

Nota publicada por Terra em 29/08/2010
© Copyright 2015. Website by Eliana Life