Domingueira loura


A loura alcançou uma marca quase inédita no SBT: em um ano do Eliana, sua primeira produção dominical na emissora, o programa não mudou de horário uma única vez. A permanência na faixa aconteceu por um pedido da própria apresentadora, que procurava se consolidar nas tardes de domingo. “Em compensação, a concorrência direta já mudou de horário diversas vezes”, constata, referindo-se às produções Programa do Gugu e Tudo É Possível, da Record. Desde o começo de agosto, ela tem se mantido em segundo lugar – o Domingão do Faustão ainda é líder, com 16 pontos no último fim de semana – à frente dos dois outros programas, com um ibope entre 9 e 11 pontos.

O próprio Tudo É Possível estreou com Eliana em 2005, que o apresentou até 2009, quando foi convidada por Silvio Santos para retornar ao SBT, emissora onde começou sua carreira. “Fiquei afastada do SBT durante 11 anos e vivia pensando na possibilidade de ser chamada para voltar. Afinal, foi o Silvio que descobriu o meu talento.” Sua estreia foi no infantil Festolândia, exibido a partir de 1991 no SBT.

Mesmo com o declarado desejo de voltar à emissora do “homem do Baú”, foi na Record que ela abandonou os programas infantis para estrear em um dominical. Eliana sugeriu à direção da emissora que fizesse uma pesquisa com os telespectadores, para saber em qual tipo de programa ela se encaixava. “Foi o público que apontou o domingo como uma possibilidade. Acredito muito nas pesquisas e tento sempre procurar o que o telespectador quer”, garante ela. “Essas sucessivas comemorações em agosto não passam de uma feliz coincidência. Nada foi programado para acontecer na mesma época.”

TRAJETÓRIA – Eliana também apresentou os infantis Bom Dia & Companhia – que depois virou Eliana & Companhia – e Sessão Desenho, no SBT. Na Record, era responsável pelo Eliana & Alegria, Eliana no Parque, Eliana na Fábrica Maluca e Programa Eliana. A loura apresentou infantis e infantojuvenis durante 16 anos. Fora da tevê, ainda atende esse público com o bloco carnavalesco infantil Happy, que desfilou este ano pela sétima vez em Salvador. E ela também produziu o filme O Segredo dos Golfinhos, sua primeira experiência como atriz.

Na mesma época em que se dedicava ao público infantil, Eliana gravou dois álbuns, Os Dedinhos e Primavera. Foi indicada pelo último ao Grammy Latino, concorrendo na categoria Melhor Álbum Infantil. Recentemente ela gravou uma música da banda Cansei de Ser Sexy para a coletânea de seu programa, que será lançada em outubro. “Também terá Jay Z, Madonna, entre outros ídolos do pop.” Além disso, Eliana ainda se dedica à editora Master Books, criada há oito meses, que se propõe a publicar livros sobre fotografia, música e outros temas ligados à cultura.

Nota publicada por Gazeta do Sul em 28/08/2010
© Copyright 2015. Website by Eliana Life