Dia de Festa! No aniversário de Eliana, relembre sua trajetória e fotos marcantes


Nesta quarta-feira (22), Eliana comemora mais um aniversário. Dona de uma das trajetórias mais sólidas e bem conduzidas do meio artístico nacional, a comunicadora é um verdadeiro sucesso nas telas e uma inspiração a todas as mulheres.

Sua história de sucesso

Nascida em São Paulo, ela começou na infância a participar de desfiles e comerciais. Aos 14 anos, debutou no grupo A Patotinha e, aos 17, passou a integrar o conjunto Banana Split. Durante participação no programa “Qual é a Música?”, em 1991, Sílvio Santos convidou-a para apresentar uma atração infantil. Durante sete anos, permaneceu no SBT com grande êxito apresentando os programas “Festolândia”, “Sessão Desenho com Eliana”, “Bom Dia e Cia.”, “Eliana & Cia.” e “TV Animal”, até que em 1998 assinou com a Rede Record. Na emissora, esteve à frente dos diários “Eliana & Alegria”, “Eliana na Fábrica Maluca” e “Programa Eliana”, além do dominical “Eliana no Parque”, todos dedicados ao público infantil. O entretenimento aliado ao conteúdo educativo tornou-se uma marca de suas atrações.

No final de 2004, Eliana aceitou o desafio de se reinventar. Durante oito meses fora do ar, ela e sua equipe preparam uma novo programa para as tardes de domingo. Em agosto de 2005, passou a comandar o “Tudo É Possível”, voltado para toda a família. A partir daí, entrou para o hall dos grandes apresentadores dominicais de sucesso, ao lado de Fausto Silva, Sílvio Santos e Gugu Liberato. O êxito como a primeira mulher nessa “guerra de audiência” fez com que em junho de 2009 Sílvio Santos, seu descobridor, a convidasse para dividir com ela o domingo do SBT. Com isso, a carreira de Eliana deu mais um grande salto, consolidando-a como uma das mais importantes comunicadoras do país. Desde o final de agosto de 2009, está no ar o programa “Eliana”, exibido das 15h às 19h, com sucesso comercial e de audiência consolidado.

Ao celebrar seus 20 anos de carreira, no final de 2008, Eliana recebeu o prêmio Personalidade do Ano na Televisão, distinção promovida pela Editora Três (Istoé, Istoé Gente e Istoé Dinheiro). Por dois anos consecutivos, foi escolhida pelo voto popular como a Melhor Apresentadora de TV, de 2008 e 2009, do Troféu Imprensa Internet. Eliana ganhou em 2011, pela primeira vez, o Troféu Imprensa das mãos de Sílvio Santos como a melhor apresentadora de 2010. Em 2012, repetiu o feito ao receber o Troféu Imprensa e o Troféu Internet de melhor apresentadora do ano anterior.

O sucesso do dominical lhe rendeu outro prêmio importante no Troféu Imprensa de 2013, desta vez na categoria “Melhor Programa de Auditório”. A comunicadora comemorou, ainda, o título de “Melhor Apresentadora de TV” pelo voto popular. Em 2014, Eliana foi apontada novamente como a “Melhor Apresentadora de TV”, tanto no Troféu Imprensa quanto no Troféu Internet. No mesmo ano, também levou o título de “Melhor Programa de Auditório”.

Para além da TV

A apresentadora contabiliza, além do sucesso de seus programas, uma vitoriosa discografia com 15 CDs e quatro DVDs (em um total de mais de 3 milhões de discos vendidos). Em 1999, “Primavera” foi indicado ao Grammy Latino na categoria Melhor Álbum Infantil. Ainda hoje, muitos de seus discos continuam sendo comercializados e suas músicas embalam festas infantis.

Das telinhas para a telona, Eliana concretizou o sonho de protagonizar um longa-metragem. Em janeiro de 2005 estreou “Eliana em O Segredo dos Golfinhos”, do qual também é produtora, em parceria com a Fox Film do Brasil, Moonshot Pictures, Canal Azul e Record Filmes. A produção levou mais de 330 mil pessoas aos cinemas, ficando entre os dez longas nacionais mais vistos naquele ano. No elenco, nomes de peso, como Fúlvio Stefanini, Jackson Antunes, Karen Rodrigues, Fernanda Souza, entre outros, sob direção de Eliana Fonseca.

A temática ecológica, recorrente em seu trabalho televisivo, ganhou, não só as telas dos cinemas, como as páginas dos livros. Pedagógico e recheado de ilustrações atraentes, “Os Segredos dos Golfinhos”, da Editora Larousse do Brasil, passou pelo crivo do PNLD (Programa Nacional do Livro Didático) e faz parte do material didático das escolas públicas do Estado de São Paulo. O mérito alcançado pela obra a incentivou a lançar um segundo título, “Os Segredos do Pantanal”, pela mesma editora.

Empresária que gerencia sua própria carreira, Eliana atua em diferentes áreas de negócios. Um de seus empreendimentos paralelos à TV é o Bloco Happy, que desde 2004 reúne, no Carnaval de Salvador, mais de 4 mil foliões de todas as idades para ouvi-la cantar ao vivo. Destaque na área de licenciamento no país, a marca Eliana soma mais de 180 itens, de brinquedos a cosméticos, atingindo em especial o público infantil, feminino e familiar.

No final de 2009, Eliana fundou uma editora de livros com foco em cultura e entretenimento, a Editora Master Books, que lançou grandes sucessos como “Eu Queria Ser”, em que a fotógrafa Priscila Prade registra renomados artistas nacionais na pele de personalidades e personagens do mundo; “Cegueira – Um Ensaio”, primeiro e único livro do cineasta Fernando Meirelles contando em forma de diário e com belas imagens os bastidores da realização do longa “Ensaio Sobre a Cegueira”; “Nina”, que une os grafites, as pinturas e as esculturas de diversas fases da carreira da artista Nina Pandolfo aos comentários de prestigiados críticos de arte; e “Milton Nascimento – Letras, Histórias e Canções“.

Vitória na vida pessoal

Neste ano, a comunicadora também teve uma de suas maiores vitórias na vida pessoal acompanhada de perto por seu público. Ela, que já era mãe de Arthur, fruto do relacionamento com João Marcelo Bôscoli, passou por uma gestação de risco que a deixou em repouso absoluto por quase toda a gravidez. Manuela, filha de Eliana e Adriano Ricco, nasceu em 11 de setembro – uma chegada muito comemorada por toda a família e seus fãs.































Nota publicada por DaquiDali

© Copyright 2015. Website by Eliana Life