Eliana abriu raro espaço na TV aberta para discutir abuso sexual

Comunicadora volta a discutir um assunto sério e de interesse de toda a sociedade


Depois de iniciar a campanha #ElianaPorTodasElas em seu último programa, Eliana continua abrindo espaço na TV aberta para discutir as melhores formas de COMBATER AS AGRESSÕES CONTRA A MULHER e a cultura do estupro. Neste domingo (12), a comunicadora frisou a importância da campanha e apresentou as convidadas MARINA GANZAROLLI, advogada e fundadora da “Rede Feminista de Justiça”, a promotora de Justiça GABRIELA MANSSUR e a jornalista JOYCE RIBEIRO. Juntas, elas tiraram dúvidas do público ao vivo, através das perguntas enviadas via redes sociais com a hashtag #ElianaPorTodasElas.

Leia na íntegra as palavras de Eliana na abertura do programa:

“Boa tarde. Antes de começar, gostaria de FALAR DA CAMPANHA LANÇADA NO PROGRAMA NA SEMANA PASSADA, sobre agressão contra a mulher. Essa é UMA LUTA DE TODOS nós, homens e mulheres. É hora de uma grande mudança de consciência. Cada um de nós deve fazer a sua parte, informando a quem está por perto, família, amigos, e educando nossos filhos para que se tornem indivíduos melhores, GERANDO UMA SOCIEDADE MELHOR. Ao longo da semana, fiquei muito emocionada ao ler os relatos do público em nossas redes sociais. O assunto é sério e exige firmeza ao invés do impulso de julgar. Quem investiga é a policia, só quem julga é a Justiça. SOU CONTRA QUALQUER TIPO DE AGRESSÃO À MULHER, ao ser humano. Quem vê (ou viu) em mim a mais remota possibilidade de defender um possível agressor faz o triste jogo de TENTAR ENFRAQUECER A CREDIBILIDADE DAS MULHERES sem considerar os fatos que nos empoderam. Mais uma prova de que MUITO AINDA PRECISA SER FEITO CONTRA A CULTURA MACHISTA do nosso país. Sei que esta ação aqui hoje é apenas uma gota no oceano, mas juntas podemos muito. ESTE ESPAÇO É nosso, mulheres, seu, meu, DE TODAS NÓS. Durante o programa, se vocês quiserem tirar suas dúvidas, estaremos aqui com as nossas convidadas Marina Ganzarolli, advogada e fundadora da “Rede Feminista de Justiça”, a promotora de justiça Gabriela Manssur e a jornalista Joyce Ribeiro. Usando a #ELIANAPORTODASELAS, faça sua pergunta pelo Twitter.”

Nota publicada por DaquiDali

© Copyright 2015. Website by Eliana Life