15:41

Entrevista com a mamãe Eliana

Em uma conversa exclusiva com o site do Bebê, a apresentadora abriu o jogo sobre a vida pessoal, profissional e materna.


Como você se sente nesse novo universo da maternidade?
A maternidade é uma das coisas mais incríveis que pode acontecer na vida de uma mulher. Especialmente quando você está muito bem, feliz, tranquila no trabalho, na vida amorosa. Aí, se torna um paraíso perfeito!

A maioria das mulheres procura não exibir o bebê antes de completar um ano. Há pouco tempo, nós vimos algumas fotos do Arthur. Por que só agora?
Não sei. Desde que o meu filho nasceu, procurei dividir essa alegria com as pessoas que me acompanham nesses vinte e quatro anos de carreira. Estou em um momento de muita alegria na minha vida. As pessoas sempre torceram e vibraram por mim. Registrei uma fotinho do Arthur e compartilhei. E no primeiro dia dos pais do João (Marcelo Bôscoli) fiz uma homenagem em meu site para ele. São coisas boas que queremos dividir. Não dá para segurar. É tanto amor que a gente extravasa mesmo na emoção e eu choro bastante. Fico com meu filho no colo, andando pra lá e pra cá, e penso ‘meu Deus, que coisa mais linda’.

Pouco tempo depois do parto você recuperou a forma. Qual a sua relação com o corpo? Como você se cuidou durante o período de gravidez? 
Primeiro de tudo: a prevenção é muito importante. Há também os cuidados para não engordar muito. Eu me preocupei principalmente com a alimentação. Porque, quando você gera um filho,o mais importante é a saúde do neném. A tecnologia de hoje e tantos recursos a nosso favor facilitam a tarefa de preservar a boa forma e a saúde. Mas, considero importante envelhecer com dignidade, aceitar as rugas e o fato de não ter mais o corpinho que tinha aos vinte anos de idade. E depois que você se torna mãe, como no meu caso, adquire mais segurança, se sente mais feliz como próprio corpo.


Mas, para manter o seu peso e o corpo em cima, quais foram os exercícios que você praticou? 
Faço academia sempre. Mesmo quando eu estava grávida. É o que chamo de ‘trio do sucesso’: uma boa nutricionista, um bom personal e, claro, a obstetra que fez todo o acompanhamento e cuidou de mim. A drenagem linfática é outro tratamento de que não abro mão. No meu programa, inclusive, tentei passar essas dicas paras as mulheres, no quadro ‘Conversa de Mãe’, o que foi muito interessante. Vale o mesmo para recuperar a forma no pós-parto: tentar não engordar e amamentar bastante porque faz bem, não só para a saúde do filho como da mãe. Eu amamentei até o quinto mês. 

Você parou no quinto mês. Foi uma indicação médica? 
Não. Na verdade, eu comecei a trabalhar quando o Arthur tinha dois meses, voltei antes de ele completar o primeiro semestre. Aí o leite foi diminuindo, acho que em função do trabalho. Mesmo assim, amamentei até os cinco meses, embora a recomendação seja de seis. Mas, fiquei muito satisfeita, porque há amigas que sequer conseguem amamentar. E ter esse contato físico com o filho é muito importante, além da questão da saúde. Sempre levanto a bandeira pra esse cuidado. 

E quais têm sido os desafios da maternidade para você que é mãe de primeira viagem? 
Sem dúvida, o principal é conciliar a agenda e o trabalho com a educação e a atenção que eu preciso dar para o meu filho. Mas, esse é um problema que todas as mulheres que trabalham fora enfrentam. Por outro lado, eu tenho muita sorte, por estar em um estágio da minha carreira em que posso adequar minha agenda. Então, organizo meus horários para ficar o máximo de tempo possível com o meu filho.


E o pai ajuda a trocar fraldas? Acorda de madrugada? O Arthur já aprendeu algumas palavras? 
Tudo. Ele é um paizão! O Arthur já fala mamãe e papai e aprendeu, essa semana, a chamar a vovó... Ele está bem danadinho. Para mim, é o filho mais lindo do mundo, né?! (risos) 

Você está sempre muito bem vestida. Qual a sua relação com moda? 
Obrigada. Acho que a moda está em tudo! Na decoração de uma casa, enfim, não só nos editoriais. E moda tem a ver com o estilo de vida de cada pessoa e com a maneira como você se sente. Hoje, por exemplo, eu estou toda de preto, o que reflete meu estado de espírito. Gosto de brincar com a moda de uma maneira que me favoreça. Nem tudo que está na moda vai bem com o meu estilo ou com meu corpo. Uma peça que não pode faltar no meu guarda-roupa, com certeza, é um bom jeans. Ele é sempre bem vindo. Você põe um jeans, uma camiseta e um blazer e já estará bacana para qualquer situação. 

Você tem alguma novidade sobre o seu programa, para este ano, que você possa adiantar? 
Ah, agora em agosto nós vamos completar três anos de programa. Então, muitas novidades vão pintar mas, na hora certa, a gente conta pra você. 

Carrossel está com tudo no SBT e você também chegou a fazer um programa infantil. Você sente saudade dessa época? 
Na realidade, tive a honra de estar com todo o elenco da novela, antes da estreia, no domingo. E foi muito bacana, um sucesso absoluto. Eu adoro trabalhar com criança e tenho um quadro que se chama ‘Criança Show’ no programa. O conteúdo é voltado para a família. Tenho um carinho muito grande por esse público, claro. Soube por amigas que têm filhinhos com mais de um ano que, quando há festas, ainda tocam as minhas músicas. Essa notícia me deixa muito feliz.

Publicado por Bebê.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

 

Roam to Rome Blog- Moving to Italy, Travel, Studying in Italy.