Fotos do Programa "Eliana" deste domingo


Um dia alguém me falou que as pessoas fazem falta porque são especiais e aqui, na Terra, semeiam bondade. Outrora também me contaram que só quem é capaz de amar verdadeiramente o amigo e admirar o desconhecido é merecedor de uma saudade, boa, carinhosa e sem dor.

É assim que vamos ficar, não abandonados, mas com saudades de alguém que sai, mesmo que por pouco tempo, de nossas vidas para amar aquele que até ontem era desconhecido, mas hoje é real. Um filho.

Amor incondicional. Nas sábias palavras de Deus, Ele já dizia para sermos sabeis, pois mediante a qualquer coisa Ele sempre nos amará. Um sentimento de mãe não é diferente. Ela é capaz de ser uma leoa ou um leve beija-flor colhendo néctar de um belo copo de leite para proteger e amar sua cria.

Eliana vive esse momento. Hoje, visto que faltam poucos dias para ter o seu amado príncipe nos braços, ela deixa de lado todos os momentos que viveu. A singularidade está em poder sentir o “puxe“ de seu pequeno rebento durante a amamentação. Perceber que um filho é como se fosse um coração, um pedaço seu, que bate fora do peito.

Neste domingo 31 de julho, Eliana deixa o palco que se apresenta há 20 anos, para ser uma mãe. Uma gravação que é claro, vem repleta de emoções. Atrações que se tornam simples perante a hora que espera.

Eliana, desejo muita saúde para você e o bebê. Que tenhas uma boa hora e uma vida maravilhosa. E ao lado de vocês dois há aquele que compreende o seu amor e está disposto a dar mais amor à vocês, João Marcello Bôscoli. “Uma meia dele é mais significativa que o Louvre Inteiro“.

A música de vocês toca em outra sintonia apenas “Love, Love, Love”. “O amor nunca falha” (1 Coríntios 13:8).


Texto Laís | Fotos André Brito
© Copyright 2015. Website by Eliana Life